obras

 

esportes urbanização turismo der datm sudesul
Lolonet
Arquitetura
Engenharia
Turismo
Esporte
Projetos
Linha do tempo
 

 

 

 

ENGENHARIA

 

LUANDA - PROJETO DAS BANCADAS

 

vista aérea do autódromo internacional de Luanda

 

memória descritiva

características gerais

 

o conjunto das arquibancadas foi projetado tendo em vista a acomodação do público proprietário das cadeiras, bem como da imprensa falada, escrita televisada, das autoridades oficiais, convidados, conselhos, e finalmente, uma tribuna destinada ao governo, presidente da república, com entradas independentes.

além deste espaço destinado aos espectadores, dispõe na parte mais privilegiada, isto é, no ponto mais alto de camarotes, simples e de luxo, e grande luxo.

no mesmo conjunto foi prevista toda a instalação de apoio, aos que freqüentam as competições desportivas, tais como:

casas de banho para ambos os sexos, restaurantes com todas as instalações dependentes; portaria, hall dos elevadores - 2 elevadores oficiais - cabines de som - eletrecidade e força - apartamentos de pilotos, salas de aula, secretárias - acesso às pistas directas e por passagem de nível, sala das comissões, sala do diretor de corridas, sala de reunião da administração, etc... Além de um complexo de lojas para o aproveitamento - das áreas mortas, formando um shopping center.

os acessos nos diversos pisos e feito por suaves escadas e elevadores.

 

características técnicas

 

a estrutura resistente será em betão armado, calculado de acordo com as normas em vigor; conforme projeto especial em que serão indicados estipes de fundação adotados.

foi previsto betão aparente como tipo de acabamento final. as paredes de enchimento serão em alvenaria de tijolo nas espessura indicadas no projeto, havendo painéis que ficarão inteiramente em tijolos à vista, impermeabilizado com verniz de litro celulose.

as dependências destinadas as cozinhas, instalações sanitárias - banheiros, levarão um lambri de azulejos brancos 15 x 15, com juntas cobertas até a altura do teto.

os revestimentos do restaurante, administração, salas de aula, sala das comissões, imprensa, quartos dos apartamentos, serão revestidos com tacos de madeira de lei, com as dimensões usuais de 7 x 21.

o hall principal, a tribuna oficiais serão revestidas com marmore nacional. na cozinha, banheiro, escadas, sanitários e degraus; os pavimentos serão acabados em marmorite, ou material similar ou ladrilho.

as louças serão simples e de cor branca, sendo os metais cromados. as cozinhas serão equipadas com um fogão industrial de acordo com as exigências do empresário, bem como um conjunto central de aquecimento de gás para água. as janelas em ferro, e veneziana nos quartos.

as portas em madeira, tipo standard, em madeira de lei para receber verniz. as portas serão almofadadas no exterior e no interior simples. as outras janelas serão de correr, em alumínio anodizado. estão previstas ferragens cromadas e vidros de fabricação nacional com espessura indicadas para cada vão.

instalações

a instalação elétrica terá um quadro geral para controle dirigido. os apartamentos terão um ponto de luz no teto e uma tomada de corrente. as restantes dependências terão pontos de luz necessários para o conjunto, controlado também por um quadro geral. 

estão previstos refletores colocados ao longo das marquises de cobertura, orientados para as pistas. em cada terço da arquibancada serão instalados alto-falantes, em grupos de três.

o telefone terá uma instalação pbx na portaria do hall dos elevadores, com tantos quantos forem necessários ao funcionamento do complexo automobilístico. a instalação hidráulica será em tubo de plástico, para as águas frias e de ferro galvanizado para as águas quentes.

 

a torre de controle

torre de controle

 

na torre de controle será instalado um depósito com capacidade de distribuição de 50.000 litros, sob o solo um sistema de apoio com capacidade. foram previstos mais elevadores automáticos que servem diretamente à zona das tribunas oficiais e presidencial.

 

edifício da churrasqueira

este edifício integra-se no conjunto dos edifícios do autódromo internacional de luanda. destina-se a pequeno restaurante típico da região, sendo constituído por um pátio circular em betão ciclópico, com as beiras em betão armado, para aparentar isolado do chão, dentro dele um bar todo revestido de azulejos decorado, típico português antigo, dispondo de uma grelha móvel, com uma fuga de chaminé, e junto uma instalação completa de sanitários para ambos os sexos.

será inteiramente aberta com exceção dos sanitários e bar, sendo todo coberto com colmo, aplicado nas malocas das tribos regionais, sobre uma estrutura também de madeirame roliço, igualmente às usadas nestes tipos de construção, somente que, a madeira será descascada, tratada e envernizada. a estrutura toda, tanto nos pés direitos como da cobertura serão das madeiras já citadas, de 1ª qualidade, de grande resistência, seca, deverão ser levantados, feitos de molde malhefado.

os pavimentos serão em tijoleiras simples, depois de colocados, tratados com 2 de mão de verniz de nitrocelulose, exceto nos sanitários que se prevê mosaico hidráulico.

as paredes dos interiores, bar, sanitários, e chaminé, serão em tijolo, chapiscados com areia de rio - seixo rolado - cimento e areia, caiado diretamente. os lambris dos sanitários serão em azulejo. a zona da grelhagem será revestida em tijoleiras especiais para alta temperatura - refratário. disporá de rede de água e esgoto, e um parqueamento para automóveis.

 

heliporto - memória descritiva

 

o heliporto destina-se a amarração de helicóptero e integra-se no conjunto de autódromo internacional de Luanda. destina-se a dar apoio de pronto-socorro no transporte eventual de acidentes verificados no autódromo.

é formado por um círculo de um raio de 20 metros, em betão, com uma sinalização em forma de cruz no eixo de 5,00 metros. esse eixo de 5,00 m será construído em betão armado.

o heliporto terá um raio de 80 metros livres para o plano de vôo.

 

Luanda, janeiro de 1970.

 

 


 

 

 

                         

                                 

 

 

 

© 2003 Tradiz